Metáfora do “Bambu Chinês”

Todos os (re)começos são tempos de inquietação, de reflexão…

Nas minhas diversas leituras, descobri uma “metáfora” interessante para a nossa vida.

 

Um escritor de nome Covey escreveu:

 

“Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegará, e com ele virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava.”

O bambu chinês  ensina-nos que não devemos facilmente desistir de nossos projetos e de nossos sonhos.

No que diz respeito ao trabalho dos professores, cada um pensa, planifica e implementa o seu “projeto”, um projeto fabuloso que envolve mudanças de comportamento, de pensamento, de cultura e de sensibilização; devemos  lembrar-nos, sempre, do bambu chinês para não desistirmos facilmente diante das dificuldades, dos constrangimentos que surgirão no nosso trilho.

Da minha experiência pessoal e das constatações no meu círculo profissional, verifico que deveríamos cultivar sempre dois bons hábitos na vida: a persistência e a paciência, pois são eles que nos ajudarão a alcançar os nossos objetivos.

(Visited 355 times, 1 visits today)

Sem comentários ainda.

Deixar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *