10 day * E@D – Confi(n)ar: “Um (pequeno) desabafo”

Ao longo dos últimos anos, temos dito (e repetido) que o professor é a pessoa, e que a pessoa é o professor. Que é impossível separar as dimensões pessoais e profissionais. Que ensinamos aquilo que somos e que, naquilo que somos, se encontra muito daquilo que ensinamos. Nóvoa, A. (2009) Ontem, não publiquei o post que habitualmente ...

6 day*E@D – Confi(n)ar: “És importante”

Na leitura do artigo reflexivo de Rita Pimenta de sábado, 13 de fevereiro, p.48 fui, logo de início, "cativada pelo título " A importância de cada um de nós no mundo", tendo como subtítulo Só por existirmos já somos importantes. Li de uma assentada...um livro que captou a minha observação emocional: "És importante" e motivou-me para ...

3 weeekend – Confi(n)ar – E@D…”O que trago para a sala de aula…”

Reflexões dos meus alunos... E@D Desafio: "O que trago, hoje, para a sala de aula..." - os testemunhos de alguns dos meus alunos (2º ano)   Fábio                                                                  ...

2 day – E@D: Metáfora “do copo meio cheio meio vazio”

Neste momento de pandemia, crises e grandes desafios, precisamos ser otimistas e no meio desta "tempestade", reflito sobre a metáfora "do copo meio cheio meio vazio"... No imenso mundo das comunicações sociais virtuais, detenho-me na opinião de Guilherme Villanova (19/3/2020) "Neste momento de pandemia, crises e grandes desafios, precisamos ser otimistas. Quem mantém os pensamentos e ...

16 day – Confi(n)ar: Uma “história de amor” entre avô e neto

Neste segundo confinamento, dou por mim a analisar o meu núcleo familiar: a relação grandiosa entre avó e netos. Na minha leitura do meu jornal de eleição, "Público" (p.56) leio o artigo reflexivo de Rita Pimenta sobre um livro que é muito "caro", a "A Manta do José", um "conto feliz da tradição judaica". "Este livro retrata-nos ...

12 day – Confi(n)ar: À (re)descoberta de Perrenoud

  Tempo de arrumar as prateleiras das estantes...manusear os livros...(re)ler com outros "olhares" e experiências...procurar ideias...ler observações das leituras com alguns anos... O pensamento do suíço Philippe Perrenoud  de 77 anos (1944) mantém a sua pertinência numa  leitura crítica e transversal às mudanças no mundo educativo. A sua investigação basilar incidiu no desenvolvimento da cognição tendo como ...

2d weekend – Confi(n)ar: Uma missiva aos pais em tempo de pandemia

Encontrei este texto na rede social do Facebook e achei-o tão "cativante" que decidi copiar e replicar. Tentei encontrar o autor...mas não consegui. "Caros Pais.... Não se preocupem com as atividades escolares dos vossos filhos... Quando as aulas regressarem, voltamos a colocá-los no caminho certo. Somos professores e esse é o nosso superpoder. O que não conseguimos mesmo, é recuperar ...

Sixth day – Confi(n)ar: Tempo de (re)afirmar os valores humanos…Cidadania

Porque hoje é o "Dia da Memória das Vítimas do Holocausto", recordo as palavras de Ellie Diesel, sobrevivente do Holocausto e prémio Nobel da Paz: "(...) não podemos esquecer que mesmo os que estavam perto se recusaram a acreditar. E mesmo os que acreditaram não conseguiram compreender." Como escrevia Anne Frank, “o que aconteceu não pode ser desfeito, ...

Fifth day – Confi(n)ar – (re)ler

Em Portugal, todos conhecemos as "resistências" para pôr em prática propostas que, no plano formal, têm suscitado importantes consensos. Uma das dificuldades principais tem sido a incapaci­dade de transformar a "máquina" do Ministério da Educação, confian­do-lhe essencialmente missões de acompanhamento (o que implica­ria mais investigação) e de regulação (o que implicaria mais avaliação). Nada será ...

Four days – Confi(n)ar – tempo de (re)viver a “Liberdade” com a Arte

No rescaldo de um dia de eleições, nas "entrelinhas" das escolhas dos portugueses, reflito com ajuda da poesia e da música. https://www.youtube.com/watch?v=TedX_kY0yVo&fbclid=IwAR2c8FYQevAUBoIh8ModsU9SkwloQT5XWAKrzXMzP9S724ib1X82mbxcEm4 "Acordai" - Para mim é das melhores canções do reportório do Fernando Lopes Graça, como compositor, pois a sua autoria, deve-se ao José Gomes Ferreira. Uma magnífica e poderosa interpretação de uma canção que, mais do ...