A minha leitura de verão 2021…a Natureza

Tempo de férias, tempo para (re)ler obras cativantes.

 

SINOPSE

Inspirado em acontecimentos verdadeiros, traduzido em diversas línguas e largamente difundido pelo mundo inteiro, O Homem Que Plantava Árvores é uma história inesquecível sobre o poder que o ser humano tem de influenciar o mundo à sua volta.

Narra a vida de um homem e o seu esforço solitário, constante e paciente, para fazer do sítio onde vive um lugar especial.

Com as suas próprias mãos e uma generosidade sem limites, desconsiderando o tamanho dos obstáculos, faz, do nada, surgir uma floresta inteira – com um ecossistema rico e sustentável.

É um livro admirável que nos mostra como um homem humilde e insignificante aos olhos da sociedade, a viver longe do mundo e usando apenas os seus próprios meios, consegue reflorestar sozinho uma das regiões mais inóspitas e áridas de França.

 

 

Em tempo de pausa, vejo, mais uma vez, o meu país a ser afetado pelos incêndios…o devastamento da nossa “casa natural”!

Procuro na literatura um lenitivo às minhas preocupações… a minha escolha recaiu no “O Homem Que Plantava Árvores” de Jean Giono, uma narrativa breve, mas brilhante, uma verdadeira joia recheada de mensagens ecológicas e humanistas.

Um livro que nos relembra de algo muito simples, mas complicado, que sem procurarmos muito achamos em nós mesmos essa verdade gravada em nós mesmos: todas as nossas ações são importantes, sejam pequenas ou grandes, todos nós estamos a contracenar no palco da vida, ao vivo em direto e a cores, e quer nós queiramos ou não, todos nós fazemos parte dela. Podemos ser lembrados pelas coisas boas que fizemos, ou pelo contrário, sermos recordados por atos ou atitudes menos boas.

Este livro deixa-nos numa atitude de reflexão, pois, é extremamente pequeno em uma hora ou menos consegue-se ler, mas ao fecharmos o livro, aí sim vai ser necessário mais que uma hora talvez mais que uma semana ou um mês para conseguir absorver as mensagens que nele encerram.

Um livro que sugiro aos meus leitores e aconselho-o a miúdos e a graúdos…por um mundo mais sustentável!

 

Sugestões de visualização:

 

Esta animação delicada e única, vencedora do OSCAR® de filme curto de animação, é um tributo ao trabalho árduo e à paciência, baseado na história de Jean Giono e realizado por Frédéric Back em 1987

 

Leituras “cativantes”!

 

 

 

(Visited 31 times, 1 visits today)

Sem comentários ainda.

Deixar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *