“Brincar a pensar” – manual de filosofia para crianças

  Uma escola melhor não fabrica adultos; perpetua a idade dos porquês», defende Celeste Machado, investigadora com formação na área da Filosofia e a finalizar o seu doutoramento sobre o tema “Educar para/o Pensar”, na Universidade de Aveiro. Idealiza um conceito de escola onde as crianças aprendem a raciocinar, julgar, ter sentido crítico e a tirar ...

“Professores com menos stress, melhor qualidade das turmas” – Por Andrey Breen

Das muitas leituras que faço para dar suporte ao meu projeto, encontrei este artigo, que aqui apresento (a tradução não é da minha autoria) com o intuito de refletir(mos) no (nosso) trabalho de profissionais de educação tendo, sempre, como foco  o sucesso e a felicidade dos alunos.  " (...) Os professores que mais frequentemente utilizam ...

Metáfora do “Bambu Chinês”

Todos os (re)começos são tempos de inquietação, de reflexão... Nas minhas diversas leituras, descobri uma "metáfora" interessante para a nossa vida.   Um escritor de nome Covey escreveu:   "Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não vê ...

Alguns apontamentos…”MindUP”

Recentemente, as abordagens de aprendizagem social-emocional (SEL) baseadas na mente têm sido ensinadas a crianças em algumas escolas. Devido à consistência metodológica deficiente observada na maioria dos estudos, seus resultados devem ser interpretados com cautela. Além disso, a pesquisa sobre como as abordagens SEL baseadas em atenção beneficia os professores é escassa e a maioria ...

Filosofia para crianças – ” A mala Misteriosa do Senhor Benjamim”

“A Mala Misteriosa do Senhor Benjamin”, de Pei-Yu Chang, (Nuvem de Letras, 2017), foi-me oferecido por uma amiga do "coração", a qual me tem acompanhado, deste o princípio do "CATIVAR", dando sugestões e partilhando as minhas emoções. Bem hajas Elisabete Brás! Quando o li, decidi logo apresentá-lo aos alunos (9/10 anos) e explorar as suas ...

MindUP – o programa

Atendendo aos muitos pedidos de esclarecimento sobre este programa, apresentarei -o em breves apontamentos referindo que o CATIVAR é um projeto que buscou muita da sua conceptualização a este programa apresentado como uma das medidas de promoção do sucesso escolar pela  Direção Geral de Educação do Ministério de Educação- Portugal  ( cf. sites abaixo apresentados). O ...

Trabalhar as “emoções” – “semáforo das emoções”

Muitas vezes, indagam-me : "Por quê trabalhar as emoções?" Trabalhar as emoções, desde cedo, é fundamental. É o reconhecimento das emoções que irá  auxiliar-nos a compreendê-las, lidar melhor com as situações e o com aquilo que sentimos, solucionar conflitos com mais facilidade e com menos sofrimento. É o início do processo de inteligência emocional, que favorece ...

O “pote das emoções”

O pote das emoções podem se tornar um grande aliado na hora de ajudar as crianças a reconhecerem suas emoções e os seus sentimentos. Certamente teremos em mente os populares "potes da calma". Seu objetivo é tranquilizar as crianças em momentos de birra ou de raiva. Inspirado no método Montessori, este recurso permite às crianças aprenderem ...

Otimismo e inteligência emocional

Subscrevo a perspetiva de Helena Águeda Marujo e Luis Miguel Neto na qual advogam que " (...) O otimista é aquele que troca a culpa, o medo e a insegurança por energia vital, prodigalidade e abundância de bem-estar; é aquele que não receia experimentar a coexistência de opostos, como a serenidade e dinamismo, mudança e ...