“Coaching educativo”… aprendizagens para a escola e para a vida

A prática docente é atualmente muito exigente, não basta ensinar ou transmitir conhecimentos, porque cada vez mais os alunos são capazes de aprender por si próprios. Portanto, os professores devem reinventar-se para serem algo mais do que meros transmissores de informação.

O coaching é uma das habilidades mais recomendadas para o crescimento pessoal. É uma maneira diferente de olhar para as pessoas, muito mais otimista do que aquela a que estamos habituados e que dá origem a diferentes formas de relacionamento. O coaching requer que suspendamos as crenças restritivas sobre as pessoas, começando por nós mesmos, abandonando velhos costumes e livrando-nos de maneiras inúteis de pensar.


O coaching educativo não se centra na aprendizagem, mas no potencial de cada um dos alunos. Trata-se de apostar em despertar esse potencial e, uma vez detetado, fazer com que seja sustentável no tempo. No momento de ensinar, também deve existir espaço para trabalhar e potenciar a consciência, o que implica a reflexão, a observação e a interpretação do que nos rodeia.

 

Com o intuito de aprofundar as técnicas e métodos de coaching educativo, de desenvolver competências básicas de docente-­coach, para melhorar o processo de ensino/aprendizagem aplicando técnicas de coaching na minha sala sala de aula fiz uma especialização de 100 horas na Unimel Educación y Consultores BOU https://unimeleducacion.org/ .

Coach / Formadora :Diploma Coaching. Emília Fernandes Silva

 

Como profissional de educação, o coaching facilitou a minha consciencialização de professora sobre a importância da/do:

  • empatia no processo de ensino-aprendizagem: ao haver empatia entre o professor e o aluno, este vê aumentadas a motivação e a autonomia no seu trabalho, obtendo resultados escolares de excelência.
  • consciência: um professor só será capaz de retirar o melhor de cada jovem quando conseguir a interiorização da responsabilidade pessoal e o fortalecimento da autoestima. Um dos grandes erros que os docentes cometem no ensino é que transmitem conhecimentos através de ordens. Ao contrário, o que faz o coaching educativo é transformar a obrigação em implicação e responsabilidade pessoal.
  • responsabilidade pessoal: quanto mais consciência os alunos adquirem maior é o grau de independência e maior a capacidade de decisão frente aos problemas. Assim vão conseguir resolver por si próprios os conflitos porque a confiança que terão será muito maior, assim como a sua autoestima.                                                Quando um professor educa um aluno não a partir do conhecimento, mas da responsabilidade esta implica estudantes mais independentes e mais livres, porque é maior a sua capacidade de decisão. E nunca se esqueça que perante uma ordem o aluno nunca melhora, porque as ordens são incapazes de criar opções, enquanto a responsabilidade pessoal se baseia na mesma.
  • feedback: este é um aspeto do coaching educativo e como docente deve sempre tê-lo presente nas aulas. O feedback é tremendamente importante e ajuda os alunos a ter consciência deles mesmos, assim como das suas ações, levando a um maior rendimento pessoal. Por isso, é tão importante alimentar como retroalimentar, recuperando o que foi aprendido e experimentado para fixá-lo na consciência e potenciar a responsabilidade pessoal.

Quando é trabalhada com o aluno a metodologia de Coaching educativo, este:

– reconhece as suas potencialidades e consciencializa-se da importância do cumprimento 

do currículo para o seu desenvolvimento;

– melhora as suas capacidades e o seu comportamento em contexto pessoal e escolar;

–  tem interesse em aplicar o conhecimento adquirido, para desenvolver as suas competências;

–  tem uma atitude positiva no processo de ensino;

– conquista resultados de mérito e excelência.

 

Será este um dos meus desafios para 2021/2022 como Professora do Ensino Básico e darei feedback das vivências e

 

dos resultados obtidos na minha sala de aula.

 

 

 

Se quiser saber mais visualize/pesquise em:

 

(Visited 58 times, 1 visits today)

Sem comentários ainda.

Deixar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *