O questionamento infantil…um dos meus dilemas

0 Sem etiqueta Endereço 0


O meu questionamento:

As crianças são naturalmente curiosas, querem saber, perguntam, e invadem o contexto escolar com este “terrível defeito”: questionar, indagar, saber o porquê….
É óbvio que esta atitude não se constitui em defeito, mas em virtude, porém, a forma como nossa educação trata desta questão faz-nos imaginar o contrário. 

Será errado perguntar? Ser curioso? Questionar? A criança não aprende mais quando está curiosa pelo conhecimento? Quando sente necessidade de saber?

Porque razão a nossa educação, então, transforma estas dúvidas em certezas, cingindo/contornado a curiosidade dos alunos? 

A forma como ensinamos, com certeza, influencia na forma como os alunos aprendem: apresentamos questões prontas, respostas “mastigadas”, soluções para problemas que nem mesmo existiram. 

Que tipo de sujeitos estamos educando/formando com esta atitude?  

Saber mais em:

http://repositorio.esepf.pt/jspui/bitstream/10000/58/2/Cad4_FilosofiaDaniela.pdf

Emília Silva – 2014/2015
(Visited 65 times, 1 visits today)

Sem comentários ainda.

Deixar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *